Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sem Querer Quero

Saúde não se compra...o resto arranja-se!

03
Mai20

Andava sedenta de histórias. Estou farta de viver o medo e a aflição que pairam todo o dia na minha cabeça e que de madrugada me invadem os sonhos. Queria ler-vos para me esquecer de mim e da minha vida mas...a verdade é que nós (pelo menos eu) nunca queremos ler sobre o medo e a aflição daqueles que gostamos - a esses desejamos paz e segurança!

Eis senão quando entro no blog da Joana: fiquei realmente aflita. O Pedro, o seu verdadeiro amor, pai da Alice, da Mariana, da Luisa, o dono da Gabi, do Vasco e da Gata desaparecida tinha covid. O Herói que se arrisca por nós, como tantos outros, estava agora doente. Que medo! Que tristeza imaginar o sofrimento e os sobressaltos pelo qual o coraçãozinho da Joana passara.

E eu aqui, medroza e aflita com o possivel retomar a um dia-a-dia que me faz desesperar e entristecer.

Que lata a minha!

Tenho saúde (na medida do possivel) como se sabe, tenho tecto e tenho também um companheiraço com quem passo todos os serões...

Se é amor verdadeiro, daqueles para sempre? Penso que sim. Mesmo. 

...Mas a vida nos dirá.

Não tenho filhos ainda...

Simplesmente não gosto do que faço e de algumas das pessoas com quem partilho muitas horas do meu dia e isso entristece-me. Certo. Irei pôr maõs à obra e tentar mudar isso!

À Joana desejo-lhe o que desejo a mim mesma: muitos sorrisos e muita felicidade com todos juntos, sempre. Como são os amores verdadeiros! Mas, longe deste 2020.

Saúde não se compra...o resto arranja-se!